:Licença Creative Commons

sexta-feira, dezembro 01, 2006

Passa...

Passa o tempo e passa a esperança,
passa o sonho e a vida também,
só não passa a doce lembrança
de um amor que já se não tem.
Passa o tempo como louco a correr,
passa sem parar nem ver ninguém,
e pouco a pouco sente-se a morrer
a ilusão de encontrar o nosso "alguém".
Passa o sonho entre nuvens de papel,
passa deixando-nos livres para sonhar,
e como escultura esculpida a cinzél
desenham-se novos horizontes no ar.
Passa o tempo, passa a vida a correr,
passa a juventude e a oportunidade,
apenas permanece este imenso querer
que o amor não tenho tempo ou idade.

Sem comentários:

Enviar um comentário