:Licença Creative Commons

quinta-feira, agosto 12, 2010

Participação Antologia Internacional "Poesia Pura e Simples"




Sou Como

Sou como um peixe nadando no mar poluído
sem conseguir ver ou respirar em condições,
nadando em círculos, sentindo-se tonto e perdido
no meio do remoínho das mais vastas situações.

Sou como uma ave voando no céu escuro e nublado
sem conseguir perceber qual o rumo certo a tomar,
voando em círculos sem chegar a nenhum lado
onde possa as extenuadas asas enfim repousar.

Sou como uma folha arrancada pela ventania
sem conseguir parar de andar aos tropeções,
de um lado para o outro sem sonho ou alegria
onde possa ancorar as suas crescentes ambições.

Sou como uma labareda que a água extinguiu
sem saber sequer porque se deixou assim apagar,
fumegando a saudade do que um dia existiu
na força de um fogo que apenas sonha recomeçar.

Sem comentários:

Enviar um comentário