:Licença Creative Commons

segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Dia dos namorados (Agridoce)



De outras paragens se importou a tradição
Indiferente ao verdadeiro sentido do dia
Antes celebrado em vésperas de Santo António,

Dia de mimos, de flores, de doces e luz de velas
Onde a chama bruxuleante traz uma luz mais pura
Singela e desprovida de venenos e contaminações,

Num lusco-fusco de aromas e desejos contidos
Acende-se a esperança de que nem que seja só hoje
Mude a rotina do dia-a-dia, só hoje vais calar-te e
Ouvir tudo o que tenho guardado para te dizer, vais
Rasgar esse teu ar inocente e galanteador e deixar
Aparecer o teu eu...aquele que grita, que magoa, que
Dia-a-dia atormenta e faz crescer raiva, mágoa e dor
Onde um dia cresceram sonhos e amor...hoje...só hoje
Serei amada como mereço... nem que seja apenas nos meus sonhos....

domingo, fevereiro 06, 2011