:Licença Creative Commons

segunda-feira, outubro 17, 2011

É assim que hoje vejo...


Imagem Retirada do Google


Como um animal ferido que a manada abandonou
Ao rigor e ao calor da selva abandonada e perigosa…
Como um animal esventrado por um bando de abutres
Famintos e desleais debaixo do sol do deserto inóspito…
Como um animal acossado por predadores famintos,
Sequiosos de sangue e do cheiro da miséria mais mísera…
É assim que hoje vejo o meu país onde um dia o sol brilhou,
onde um dia houve searas que de cereal louro deram pão,
onde um dia houve terra que semeada deu fruto e alimento,
onde um dia houve mar que deu peixe e que matou a fome,
onde um dia houve esperança, houve luz, houve querer,
onde um dia se lutou pela liberdade, pela justiça, pelo progresso...
Hoje veja a sombra esquelética de um país onde mora um povo…
Um povo alheio…cansado…exausto… um povo desmoralizado…
Saturado de mentiras…de enganos… um povo sem alento…
Um povo sem pão…mas pior que isso vejo um povo
Que parece ter desistido do direito à LIBERDADE e á INDIGNAÇÃO!

Sem comentários:

Enviar um comentário