segunda-feira, agosto 20, 2012

Inspiro...


Inspiro o perfume fresco a verde, a terra, a chão
E uma paz profunda e estranha enche-me o coração,
Fecho os olhos e absorvo esta imensa tranquilidade,
Sinto-me em paz… sem tempo, sem espaço, sem idade.

Por vezes faz-me falta

Por vezes faz-me falta o teu silêncio ensurdecedor, faz-me falta sentir a tua revolta desfeita em espuma, faz-me falta ouvir das tuas onda...