:Licença Creative Commons

terça-feira, março 29, 2016

O valor da vida

Pergunto-me como se mede o valor da vida? Como sabemos o que vale a vida de uns e a vida de outros? Existe de facto um valor que se pode atribuir a uma vida? 

À luz dos acontecimentos dos últimos dias, parece-me que o valor da vida, infelizmente, também se mede em função da politica, da geografia, do poderia bélico e económico.

Pelos vistos a vida de uma criança no Paquistão vale consideravelmente menos do que a vida de um cidadão europeu...triste constatação esta.

Um atentado num aeroporto europeu (Bélgica) mata, infelizmente, 35 pessoas: fazem-se vigilas, marchas, protestos, mudam-se cores de perfis na redes sociais, iluminam-se monumentos com as cores do país um pouco por todo o mundo, bandeiras a meia haste por todo o mundo, fala-se nas noticias até à exaustão do mesmo assunto até quando já não há grandes novidades, monta-se uma monumental caça ao homem, prendem-se suspeitos, elevam-se níveis de segurança, fazem-se minutos de silêncio em jogos de futebol... entre muitas outras manifestações.

Um atentado num parque público no Paquistão mata 72 pessoas entre as quais 29 crianças: meia dúzia de noticias nos jornais, uns minutos de noticia nas televisões, bandeira a meia haste na provincia onde ocorreu o atentado e mais nada...

Será correcto deduzir que a vida destas 72 pessoas mortas no Paquistão vale menos que a vida das 35 mortas na Bélgica? Se a dedução não for correcta...qual a razão para tais diferenças? Para além das politicas, das sociais, das bélicas e das económicas...

Volto a perguntar: Como sabemos o que vale a vida de uma e a vida de outros? Existe de facto um valor que se pode atribuir a uma vida? 

Se alguém tiver a resposta: agradeço!

Sem comentários:

Enviar um comentário