:Licença Creative Commons

quarta-feira, agosto 10, 2016

Mais do mesmo




E lá vamos nós... mais do mesmo...ano após ano após ano.
No Verão toda a gente se lembra que existem Bombeiros...
...no resto do ano quem devia importar-se está mais preocupado com as mil e uma maneiras de sacar dinheiro ao povo para manter um estado que parece ter-se tornado um buraco sem fim...
... em atirar farpas a este e aquele, em acender polémicas e confusões...
...em dizer eu fiz e apontar o dedo a quem não fez...quando na verdade todos fizeram m...
... em passear-se por aí de motorista em carros de luxo pagos pelos contribuintes...
...em cirandar de evento em evento, de festa em festa, a sacar lugares de topo em empresas multinacionais onde ganham rios de dinheiro para fazer o que sempre fizeram: nada!...
...em dizer categoricamente que para o ano será diferente...
...mas não é... nunca é... todos os anos...anos após ano após ano ardem áreas imensas de mata, de floresta, de património, todos os ardem casas, viaturas...e pior que tudo, todos os anos se perdem vidas...!
E perante a situação desesperante que o país atravessa há uma série de iluminados que ainda têm o desplante de afirmar que está tudo controlado...este ano até nem está a ser assim tão mau! Sério? Queria ver se tocasse à porta desses inteligentes, se de um dia para o outro se vissem a braços com o desespero de perder a casa para as chamas, de ver o trabalho de uma vida a desaparecer literalmente em cinzas...se tivessem de defender a vida e os outros...Gostava de os ver fardados...ao lado do povo que tanto dizem defender e a agir em lugar de dizer paroladas sem nexo!
No entanto há quem o faça... quem dê a vida pelos outros, pelos bens dos outros... e nunca ganharão num ano o que esses senhores ganham num trimestre...nunca serão noticia na televisão... nunca vão aparecer nas revistas cor de rosa...nunca vão ter direito a ser tratados como heróis...nem vão ter direito a medalhas... ainda assim fazem-no, muitos de livre vontade... e isso só por si faz deles heróis que apenas o povo reconhece!
Aos que sofrem com esta calamidade: uma palavra de conforto e alento.
Aos que combatem este inimigo difícil e traiçoeiro: Muito Obrigada!
Aos que andam por aí a dizer que está tudo muito bem e melhor que nos anos anteriores: tenham vergonha e se não sabem o que dizem, pelo menos façam o favor de ficar calados!

Sem comentários:

Enviar um comentário