:Licença Creative Commons

sexta-feira, dezembro 16, 2016

E passado algum tempo...

E passado algum tempo percebi, fez-se luz na minha cabeça e aclarou-se a minha alma: o que sentia não eram saudades tuas... mas sim saudades do que sentia quando estava contigo.
Não era de ti, enquanto pessoa, que sentia saudades, era na verdade daquilo que tu me fizeste descobrir dentro de mim mesmo...
Não era de ti, enquanto pessoa, que sentia saudades, era daquilo que eu descobri que podia ser...
Não... já não sinto saudades... e sabes porquê? Porque percebi que não preciso de ti para ser quem sou...percebi que não eras tu que quem me fazia ser aquela pessoa... percebi que fui, sou e serei sempre eu...mesmo sem ti e na verdade, sei-o agora, sobretudo, sem ti...

Sem comentários:

Enviar um comentário