sábado, fevereiro 18, 2017

Mini Conto


Naquele dia chegou a casa, inspirou profundamente, abriu a gaveta onde,solitariamente, se encontrava a camisa azul céu com riscas pretas, olhou-a,colocou-a na máquina de lavar, fechou a porta e carregou no programa curto.

Desaparecia assim a última memória que guardara do dia em que com um abraço ela lhe deixára na camisa o cheiro do seu perfume e no coração o vazio da sua partida...

sexta-feira, fevereiro 17, 2017

Valha-nos a esperança de um amanhecer melhor... de um novo dia... de novas oportunidades... de novos sonhos e novas conquistas... de novos olhares e novas ideias... de novas experiências... de novos bons dias...

Por vezes faz-me falta

Por vezes faz-me falta o teu silêncio ensurdecedor, faz-me falta sentir a tua revolta desfeita em espuma, faz-me falta ouvir das tuas onda...