Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2017

Saudade...

(...) Foi nesse momento que percebeu que na verdade não sentia saudades dela, por assim dizer, sentia saudades, isso sim, daquilo que sentia quando estava perto dela, de quem era quando estava com ela, da pessoa que ela havia feito emergir do monte de destroços que era a sua vida antes dela... (...)

(...)

Another sneak peak :)

(...)Era um homem adulto, mas continuava um menino, as saídas, as noitadas, os passeios com amigos…sentia dificuldade em se desapegar da boa vida a que estava habituado e embora ela de início parecesse não se importar com isso, sabia agora, que na verdade isso a afectava.
Era um menino da mamã… essa era a verdade e ela sabia-o bem…e não estava disposta a aturar essa situação por muito mais tempo…estava cansada de se sentir usada, da falta de interesse por parte dele em acompanhá-la, na sua falta de vontade de fazer programa diferentes…estava cansada de se sentir uma substituta da mamã… ele andara alheio até ao dia em que ela deixou de estar ali… Sem aviso, aliás depois de muitos sinais e avisos que havia ignorado, ela partiu da sua vida… partiu sem deixar rasto…partiu na certeza de que não queria que ele a encontrasse. (...)

Fraqueza forte

Imagem
(...) Sacude a poeira e sorri dizendo que estava tudo bem, ainda que a dor lhe aflija a alma e o corpo; cerra os dentes e diz que não é nada mesmo quando as lágrimas lhe afloram os olhos e lhe entorpecem os sentidos; aguenta sem vacilar porque teme que percebam que por dentro lhe doí a alma.

Nem sempre assim fora... houve uma época em que mostrara o que sentia, em que dera o melhor de si e percebeu que isso apenas lhe iria trazer desilusões, mágoas e dores físicas e psicológicas. E naquele dia... no dia em que o sonho se desmoronou e se viu a braços com uma vida que não escolheu, com um desfecho que não antecipara, com um caminho cheio de curvas e lombas decidiu de si para si que nunca mais ia deixar que a magoassem, ou pelo menos nunca mais ia deixar que as pessoas percebessem que o estavam a fazer. Nunca mais ia deixar que a sua fraqueza fosse motivo de troça, nunca mais ia deixar que a sua humanidade fosse motivo de dor, nunca mais ia permitir que lhe tocassem impunemente. E naquele d…