Motivações improváveis, ou talvez não...

Existem pequenas coisas que acontecem, aparentemente sem razão, mas que de alguma forma nos inspiram e nos motivam. Pequenas coisas que nos fazem olhar em volta com outro olhar e a descobrir novas perspectivas e novas tonalidades.

Existem pequenas coisas que nos fazem perceber que o caminho não é linear, mas sim cheio de ramificações, de atalhos, de possibilidades e alternativas. Pequenas coisas que nos fazem ver outras tonalidades para além da paleta de cores a que nos acostumámos.

Existem pequenas coisas, pequenos gestos, pequenos trejeitos, pequenas palavras... pequenas coisinhas aparentemente sem importância que por vezes são o bastante para nos fazer olhar o mundo, as pessoas e a vida de outra forma. Pequenas coisas que nos mostram o que se esconde por trás daquilo que a vista alcança.

Existem pequenas coisas que nos fazem repensar e rever a nossa vida... que nos fazem questionar as nossas posições e as nossas certezas... que nos fazem questionar a existência de valores e de verdades.

Existem pequenas coisas que nos estimulam, que nos motivam, que nos fazem querer ir mais além, que nos fazem querer fazer mais e melhor, que nos fazem crescer, evoluir e andar para a frente. 

Uma simpática senhora acima dos 60 anos, que passa por ti alegremente a correr no meio da serra e que se aventura a fazer 15 kms de trilhos e ainda por cima num belo tempo... bom essa é uma das pequenas coisas que nos fazem equacionar as nossas limitações, a nossa vontade, a nossa força... Quando alguém que passou por um longo processo de doença consegue superar todos os obstáculos e fazer coisas que tu (felizmente saudável e apto) achas que nunca vais conseguir fazer... bom essa é outra pequena coisa que nos faz questionar a nossa visão da vida e de nós mesmos, faz-nos olhar com outros olhos a nossa própria existência...
Quando alguém, que tem tudo menos motivos, sem mais nem para quê te trata como se fosses a pedra mais rasca da calçada...bom essa é outra pequena coisa que te faz olhar os outros com olhos mais atentos e perceber que de facto o livro não se pode julgar pela capa...
Quando alguém te desmerece porque te acha gordo ou magro, alto ou baixo, bonito ou feio... bom essa é outra pequena coisa que te faz repensar a forma como nos situamos na sociedade, a forma como delineamos prioridades, a forma fútil como por vezes olhamos as coisas sem lhes dar uma oportunidade...
Quando alguém decide silenciar-se e esperar que tu, sejas no mínimo subserviente, e consecutivamente dês o primeiro passo como se fosse essa a tua obrigação e porque tu é que o deves fazer, não por uma razão lógica mas porque as pessoas gostam de ser bajuladas e adoradas... bom essa é outra pequena coisa que nos leva a questionar o tipo de pessoas que queremos na nossa vida, o tipo de relações que queremos manter e aquelas que mais vale cortar pela raiz...

Pequenas coisas que por vezes são grandes motivações... pequenas coisas que aparentemente são motivações improváveis, mas que quando analisas a fundo percebes que são muito válidas, muito justas e muito pertinentes. E se querem que vos diga são essas pequenas motivações que nos fazem mudar, que nos fazem analisar, que nos fazem crescer, que nos fazem aprender e sobretudo que nos fazem ser uma versão melhor de nós mesmos!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quadras à vida

Não te limites a ser uma cópia...

Dia dos Avós