Caricato ou comum?

Há coisas que me pasmam...talvez não devessem pasmar, mas são, pelo menos na minha óptica, situações tão disparatadas que me pasmam.
Talvez eu esteja errada... talvez vocês não se pasmem.

Num dia, por acaso feriado, deslocas-te a um serviço público, por acaso um Centro de Saúde... para pasmo geral não existem utentes...diriges-te ao balcão de atendimento para fazer a inscrição... do lado de lá duas funcionárias, em cima do balcão um PC, um portátil e um telemóvel... ambas parecem muito interessadas nos ecrãs e tu pensas: estão a pôr trabalho em dia ou então estão a adiantar trabalho para amanhã. E esperas... até que percebes, porque uma das funcionárias assim o diz, que afinal estão a configurar contas de Facebook e a aguardar a instalação do Messenger! E tu pensas: A sério?????

E cinco minutos depois, talvez porque o Messenger demora a instalar, lá te pergunta se é para a consulta e apetece-te responder: Não, vim ao Centro de Saúde comprar cebolas! 
Mas não respondes e dizes apenas: Sim. 
Ao que te respondem: É só aguardar. 
Apetece-te perguntar se é para esperar pela consulta se pela instalação do Messenger, mas não perguntas porque a pessoa por certo nem ia perceber a ironia.

Se as ditas funcionárias tivessem mantido o silêncio e não se tivessem pronunciado até ficava com boa impressão, davam imagem de funcionárias dedicadas e esforçadas... assim, bom assim fica complicado! 

Mais complicado se torna quando começamos a pensar se isto é uma caricata situação isolada ou se é procedimento comum por esse país fora... assim como assim, nenhuma é boa mas prefiro acreditar na primeira!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quadras à vida

Não te limites a ser uma cópia...

Dia dos Avós