Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2006

Hoje de manhã...

Hoje de manhã abri a janela e pareceu-me que o céu tinha amanhecido mais azul, o sol pareceu-me estar mais brilhante, as flores ostentavam cores bem mais vivas, os pássaros pareciam cantar mais e melhor, o espelho devolveu-me um largo sorriso e um brilho mais cristalino no olhar... Hoje de manhã abri a janela e pareceu-me que uma nova vida me entrava pelo quarto, vesti uma roupa mais colorida e mais elegante, coloquei uma encharpe de cores garridas, usei o perfume mais caro e também melhor, o espelho devolveu-me um largo sorriso e um brilho mais cristalino no olhar... Hoje de manhã abri a janela e pareceu-me Ter acordado num mundo bem diferente, nem reparei que estava um frio cortante, nem reparei nas folhas pelo vento varridas, nem reparei que estava tudo menos calor, o espelho devolveu-me um largo sorriso e um brilho mais cristalino no olhar... Hoje de manhã abri a janela e pareceu-me que estava numa outra dimensão, não pensei em ti um único instante, não chorei todas as ocasiões per
Quem nunca teve um grande amor? Um amor daqueles que nos faz tirar os pés do chão, ganhar asas e flutuar no espaço como uma nuvem? Um amor daqueles que nos faz andar com um sorriso idiota na cara faça chuva ou faça sol? Um amor daqueles que nos tira o sono de noite e nos enche a alma de dia? Um amor daqueles que nos faz pensar no presente e sonhar com o futuro? Um amor daqueles em que os olhos se iluminam, o coração dispara e o sorriso se abre? Um amor daqueles com que sonhamos a vida inteira? Por certo já todos tivemos um amor assim...o que talvez nem todos tenhamos tido é a sorte de ter sido correspondidos... ou talvez tenhamos sido e nunca tenhamos sabido... Se nunca fomos correspondidos... é triste, mas a ilusão doce fica a vida toda, presa a nós como uma terna recordação... Mas se fomos correspondidos e nunca soubemos senão quando já era demasiado tarde...aí fica a tristeza, a mágoa, a revolta, a decepção e a eterna pergunta "Mas porquê que nunca soube?". Como é que alg