Excerto II

(...)Naquela tarde, a caminho de casa, parou à beira da praia, seu refúgio e confidente das horas menos boas, estacionou e decidiu dar um passeio a pé pela marginal…ia perdido nos seus pensamentos quando um impacto nas suas costas o fez cair por terra… (...)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quadras à vida

Não te limites a ser uma cópia...

Dia dos Avós