Work in progress :)

(...) Por vezes dava por si  a pensar nela... de uma forma estranha sentia-lhe a falta.
Havia momentos em que lhe fazia falta aquele sorriso aberto, aquele jeito leve e feliz que ela aparentava carregar no peito.
Por vezes até sentia falta da forma directa, e muitas vezes bruta, como ela lhe dizia as coisas e o chamava à realidade.
Por vezes dava por si a pensar que lhe apetecia esquecer todas as convenções, todos os medos, baixar todas as guardas... e simplesmente abraça-la!
Jamais o assumiria e jamais em tempo algum, ainda que isso o consumisse por dentro, lho diria... (...)

Comentários

Mensagens populares